sexta-feira, 20 de outubro de 2017

ODONTOLOGIA: PERNAMBUCO E RIO GRANDE DO NORTE

CONTRIBUIÇÃO DE PERNAMBUCO À ODONTOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE

Pernambuco teve uma influência fundamental na evolução da Odontologia do Rio Grande do Norte. Um fato pouco conhecido da maioria dos Cirurgiões Dentistas do Estado.

Além do intercâmbio cientifico, que começou na década de 50, entre os dois Estados, Pernambuco abriu suas portas, para receber os jovens Rio-Grandenses, que foram estudar Odontologia na sua Capital.

Tudo isso começou na década de 20, com a presença dos jovens: José Carlos Leite, Péricles Leite, Giuseppe Leite, Carlos Borges de Medeiros, Odilon Garcia, Clemente Galvão Neto, Solon Galvão Filho, Murilo Pinto e muitos outros. Todos concluíram seu curso de Odontologia naquela bela cidade do Recife.

Mas Pernambuco foi muito além. Mandou muito dos seus filhos, atuarem na Odontologia do Rio Grande do Norte, participando assim, de sua história.

O primeiro Cirurgião Dentista pernambucano a chegar ao Rio Grande do Norte, foi o Dr. Francisco Ramalho, que era filho de São José do Egito. 

Chegou nos anos 20 e participou da criação da Associação Odontológica do Rio Grande do Norte, em 27 de setembro de 1930, sendo eleito seu primeiro Presidente.

Outro ilustre Pernambucano que teve grande participação na Odontologia potiguar, foi o Dr. Alberto Moreira Campos, que concluiu seu curso de Odontologia, em Recife, em 1933. Chegou para trabalhar em Caicó, em 1934. 

Logo depois veio para Natal e junto com José Cavalcante de Melo, participaram da fundação da Faculdade de Odontologia do nosso Estado, em 1946/47. 

Porém, a ideia da criação da faculdade partiu do Professor Luís Soares de Araújo, que participou também da criação da Faculdade de Direito e da Policlínica do Alecrim. Grande homem, porém esquecido!

Outro destaque Pernambucano foi Pedro Lopes Cardoso, que veio muito jovem para Natal. Foi Professor da Faculdade de Odontologia e presidente da Associação Brasileira de Odontologia, Secção do Rio Grande do Norte, por três mandato, sendo responsável principal pela construção da velha sede, na rua Felipe Camarão.

Outros Pernambucanos tiveram atuação na clínica privada e no magistério: Uoston Holden da Silva, Aldemir Albuquerque e Nelson João da Silva, o pequeno gigante. Começou como Protético, depois Dentista e Professor.

Ele participou da revolução na Odontologia Portuguesa, junto com Dr. Solon Galvão Filho. A atuação foi tão importante da dupla em Portugal, que o Professor Solon Galvão Filho, recebeu o título de Doutor Honoris Causa, da Universidade de Lisboa.

Outro Pernambucano que brilhou em Natal com sua generosidade, foi Severino Nunes, Protético. Era filho, também, de São José do Egito.
Chegou a Natal em avião Catalina, em 1948. Depois de trabalhar no laboratório Galvão, montou seu próprio laboratório que era um dos melhores do Nordeste. Criou dentro do seu laboratório o que ele chamava a escolinha de “Sagres”, onde ele orientava jovens na arte da Prótese Dentária. Chegou a formar mais de 50 protéticos.

DUAS CURIOSIDADES SOBRE O TEMA:
1) Nelson João Silva, Givaldo Soares da Silva e José Braulino Júnior beberam na mesma fonte. Foram alunos do Dentista Prático Agenor Vieira, em Lagoa dos Gatos/PE, onde deram os primeiros passos no aprendizado da Prótese Dentária laboratorial.

2) O primeiro Lagoagatense a chegar para trabalhar no Rio Grande do Norte, foi o médico Álvaro Viera.  Convidado pelo também médico Januário Cicco, em 1936.

Porém, antes da chegada de Dr. Álvaro a Natal, Lagoa dos Gatos já tinha recebido em seu solo sagrado, o Norte-Rio-Grandense, de Mossoró, Dr. Carlos Borges de Medeiros, Cirurgião Dentista, que exerceu o cargo de Secretário de Saúde da Prefeitura da cidade, em 1933.

ASSIM É PERNAMBUCO, SEMPRE FALANDO PARA O MUNDO!!!

Givaldo Soares





quinta-feira, 12 de outubro de 2017

NOTA DE FALECIMENTO

           RITA MORELLI

Cumprimos o dolorosíssimo dever de comunicar o falecimento, hoje, da querida Esposa do nosso Confrade 
GINO MORELLI, a quem transmitimos nosso fraterno e solidário abraço de condolências, 
com extensão para os respectivos familiares.
Ela foi queridíssima e muito competente Professora da U.F.R.N. - Yoga.

                               A CONFRARIA

terça-feira, 30 de maio de 2017

VIAGEM A PORTUGAL

Este pequeno texto é uma homenagem ao jovem casal Rubens Azevedo e Dona Malu, que voltam a Portugal para uma viagem histórica e sentimental.

Voltar é uma forma de renascer.
Ninguém se perde 
no caminho da volta 
(José Américo)

LISBOA               PORTO 

Portugal está num grande momento!

Fez uma revolução na Educação e criou uma tal de “gerigonça”, que juntou a esquerda e a direita para resolver a crise econômica e política do País.

Achando pouco, o Papa Francisco reconheceu a santidade de dois jovens portugueses e o cantor Salvador Sobral, de apenas 27 anos, ganhou o Festival Eurovisão, com a canção “Amar pelos dois”, composição de sua irmã Eloisa Sobral.

E para a glória da nação lusitana, António Guterres, assumiu a Secretaria Geral da ONU.

Para completar, o jogador Cristiano Ronaldo, natural da Ilha da Madeira, não para de fazer gols, e pode, novamente, ser o melhor do Universo.

E agora, com a chegada do reforço de Rubens e Malu a Portugal, eles vão tomar conta do mundo...

Eu acho é pouco!!!

Espero que o Brasil, se transforme num  imenso Portugal!


Givaldo Soares

sexta-feira, 26 de maio de 2017

A SAGA DA FAMÍLIA ARCOVERDE


A família Arcoverde chegou ao Rio Grande do 

Norte, na década de 40.

Veio de Garanhuns, Estado de Pernambuco.

Era uma época de grandes dificuldades. Em 

plena guerra.


Família com cinco filhos:  quatro mulheres e um 

homem.

O casal Argecílio e Isaura começava uma nova 

vida na bela cidade de Natal.

No DNA da família, a luta, a disciplina e a 

pernambucanidade, tão comum à gente daquele 

rincão do Brasil.

Hoje, o único varão da família chega aos 80 

anos.

Não é uma tarefa fácil, pois, muitos são 

chamados e poucos os escolhidos.

Hoje, navegar é preciso. Mas, é preciso navegar 

como faz o Dr. José Welington. Um marinheiro 

de longo curso, que combate o bom combate 

sem perder a fé, como fez o apóstolo São Paulo.

Neste mundo cada vez mais tecnológico e 

violento, é preciso lembrar e ouvir os poetas, 

humanistas e filósofos.

Como Confúcio, que em seu pequeno texto, faz 

uma reflexão sobre a vida, que aproveito para 

oferecer ao amigo, José Wellington, nos seus 80 

anos de vida.

O Mestre disse:

Aos quinze anos, orientei meu coração para aprender.

Aos trinta, plantei meus pés firmemente no chão.

Aos quarenta, não sofria de perplexidade.

Aos cinquenta, sabia qual eram os preceitos do céu.

Aos sessenta, eu os ouvia com ouvido dócil.

Aos setenta, eu podia seguir as orientações do 

meu próprio coração, pois o que eu desejava 

não mais excedia as fronteiras da justiça.


Givaldo Soares

quarta-feira, 24 de maio de 2017

UM NOVO MUNDO É POSSÍVEL!

A visão de mundo “direita-esquerda” está exaurida.

Não ajuda a resolver os problemas do mundo moderno.

Surgiu na Revolução Francesa, em 1789. Portanto, há 228 anos!

No Novo Mundo da pesquisa pura e aplicada, da Inovação e da Alta Produtividade, da Robotização e da inteligência artificial, onde um homem fechado no seu quarto, junto ao seu computador elabora um ataque cibernético e paralisa o mundo.

Para esnobar não cobra nem em Euro, nem dólar e sim, na moeda digital (Bitcoin).

Este mundo não aceita mais a viseira ideológica, “direita-esquerda” que dogmatiza o homem.

Mas nem tudo está perdido. O Estado e o Mercado, precisam dialogar e não, se contrapor.

Emmanuel Macron, Presidente da França, entendeu que isso é uma grande esperança.


Givaldo  Soares

quinta-feira, 9 de março de 2017

PARABÉNS, GINO MORELLI


PARABÉNS, GENEROSO  

E NOBRE  AMIGO  GINO!



Sou testemunha ocular do seu êxito.

Como Esportista, Professor e na 

Gastronomia.

Mas é declamando Manoel Bandeira, 

degustando um bom vinho, que você 

é  brilhante.

Parabéns pela sua especial data!!!!!!!

Um abraço fraterno do amigo,

Givaldo Soares



(E da CONFRAM - Confraria da 

Amizade, da qual participa)

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

UM CIRCO CHAMADO BRASIL




Lula é o dono do Circo Brasil

Mas é, também, o seu principal artista.

Mágico, ele tira coelhos da cartola.

Prestidigitador, ele faz desaparecer pessoas e 

objetos.

Como palhaço, ele é inigualável! 

Às vezes, faz rir, às vezes, faz chorar...

Mas é no trapézio que ele é brilhante, um 

verdadeiro craque.

Seu salto triplo, carpado, sem rede de proteção, 

é antológico.

Mas... é perigoso! 

Um dia, ele pode cair do cavalo.

Já velho, ele deveria se aposentar, e cuidar dos 

seus netos.

A volta de Lula à direção do Circo Brasil, é uma 

tragédia anunciada.


Givaldo  Soares